• Campo aberto

    Cannabis no campus Nossos repórteres percorreram o campus e não tiveram dificuldade em se deparar com o consumo, a olhos vistos, de maconha nos limites da Universidade. Confira a reportagem aqui.
  • Ecos de ’68

    Mesmo com cursos há meses sem representação e com o eterno embate filiados x não-filiados, movimento estudantil (re)acende a veia política de estudantes que nunca se imaginaram em posição de liderança. Aqui.
  • Emergência

    Hospital das Cl�nicas Referência em Cirurgia da Obesidade e Cardíaca, Transplantes e Gestação de Alto Risco, o Hospital das Clínicas da UFPE é vital para os estudantes da área de saúde, mas não atua no atendimento a alunos. Saiba o porquê.
  • “Xerocando”

    Xerox ou fotocópia?Ilegal ou legítimo? Um estudante fotocopia, em média, mil páginas de livros por cada semestre. Entenda como a marca Xerox virou verbo e substantivo na gramática estudantil da UFPE
  • Multimídia

    Acesse aqui os vídeos, fotos e áudios produzidos durante as reportagens
  • 12345

    Saiba com quantas horas de gravação, solas de sapato, chás de cadeira e bloquinhos de anotação se faz uma reportagem. A gente não gosta de matemática, mas contabilizou tudo!
  • Repórteres

    • André Simões
    • Bárbara Siebra
    • camilapimentel
    • Carol Vasconcelos
    • Cecília Santana
    • clarissagomes
    • descampado
    • Glaucylayde
    • Gustavo Maia
    • Guilherme Carréra
    • ineshebrard
    • katianectorres
    • larajornal
    • lucianamartins23
    • luisafsantos
    • mariedelbes
    • Mirella Izídio
    • Mirella Pontes
    • Rafaella Correia
    • Rafael Sotero
    • sofiacostarego
  • Falem mal, mas falem de nós

  • Passaram por aqui

    • 81,604 hits

Núcleo diz ter investido mais

Núcleo de Segurança diz investir mais em capacitação
por Gustavo Maia
fotos por  Sofia Costa Rêgo

Dentre os investimentos e projetos feitos para melhor garantir a proteção de estudantes, funcionários e técnicos da UFPE, alguns se destacam pelo uso da tecnologia, em iniciativas conjuntas com o Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI). “Está sendo desenvolvido pelo NTI a pedido nosso, um sistema de ocorrência eletrônica. Se você for assaltado em qualquer parte do campus, você vai entrar e registrar automaticamente no nosso banco de dados. Temos uma dificuldade muito grande em registrar essas ações”, diz o Coordenador de Segurança e Defesa Patrimonial da UFPE, Armando Nascimento.

Ainda neste ano, 38 câmeras devem ser instaladas, sendo cinco com giro de 360º, responsáveis por fazer o monitoramento da Universidade durante 24 horas. Outra meta do Núcleo de Segurança é construir oito portarias em todo o campus, com o objetivo de controlar o fluxo de pessoas. No Plano de Ações da Universidade para 2008, também está o aumento da presença de seguranças armados e a melhoria na iluminação, fator que é sempre citado pelos estudantes como uma das razões da insegurança no campus. Na saída principal da universidade existe uma cama de faquir, que serve para bloquear a saída de carros suspeitos, estourando seus pneus. O dispositivo é acionado pelos seguranças se houver solicitação via rádio.

De acordo com Nascimento, muito dinheiro foi investido em segurança nos últimos anos, inclusive na capacitação dos funcionários da Universidade. O Núcleo de Segurança possui hoje dois carros caracterizados, uma Kombi e sete motos. Espera-se a chegada de mais seis motos para este ano. Após a sanção da lei federal que mudou as regras do plano de carreira do servidor administrativo, foram realizados diversos cursos como o de capacitação, dentre eles o de operações especiais com a Companhia Independente de Operações Especiais de Pernambuco, o de perícia e investigação criminal e o de gestão e segurança. “Os cursos aqui são sistemáticos porque se ele não fizer não há ganho salarial. Aqui você tem uma mobilidade horizontal e vertical. Você só muda de nível se você se capacitar. E todo ano você tem que ter pelo menos oito horas de capacitação de qualquer coisa, se não, quando for ter a avaliação por mérito, você é rebaixado”, diz Nascimento. Esses gastos tão significativos já começaram a dar resultados. Além da maior motivação nos funcionários, que almejam receber melhores remunerações, equipamentos e infra-estrutura serão melhorados. É um bom começo.

Voltar à matéria principal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: